O FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é uma importante reserva financeira para o trabalhador brasileiro. Todos os anos, é possível realizar o saque do FGTS no aniversário do trabalhador, e isso pode ser uma ótima oportunidade para comemorar com dinheiro no bolso.

Mas, você sabe como funciona o saque aniversário FGTS? Basicamente, é possível sacar o saldo de contas inativas do FGTS a cada aniversário do trabalhador, desde que ele tenha pelo menos 3 anos de contribuição. Além disso, é necessário que a conta do FGTS esteja aberta há pelo menos 5 anos.

Se você se enquadra nesses requisitos, é importante ficar atento ao período de saque aniversário FGTS. É possível realizar o saque em agências da Caixa Econômica Federal, pelo aplicativo Caixa FGTS ou pela internet banking.

O saque aniversário FGTS pode ser uma ótima oportunidade para resolver emergências financeiras, investir em algum projeto ou simplesmente comemorar com dinheiro no bolso. Mas, é importante lembrar que o FGTS é uma reserva financeira importante para o futuro, e é preciso avaliar se é necessário realizar o saque antes de se aposentar.

Em resumo, o saque aniversário FGTS é uma forma de comemorar o aniversário com dinheiro no bolso. Mas, é preciso avaliar se é necessário realizar o saque antes de se aposentar. Para mais informações sobre o saque aniversário FGTS, acesse a Caixa Econômica Federal ou baixe o aplicativo Caixa FGTS.

 

O saque FGTS é permitido aos trabalhadores com conta FGTS ativa e que atendam aos seguintes critérios:

  • Demissão sem justa causa: o trabalhador pode realizar o saque integral do FGTS em caso de demissão sem justa causa.

  • Aposentadoria: o trabalhador pode realizar o saque integral do FGTS ao se aposentar.

  • Compra de imóvel: o trabalhador pode utilizar o FGTS para financiar a compra de um imóvel.

  • Saque aniversário: o trabalhador com pelo menos 3 anos de contribuição e com a conta aberta há pelo menos 5 anos pode realizar o saque aniversário, no valor mínimo de R$100,00.

  • Saque emergencial: durante a pandemia do COVID-19, foi permitido o saque emergencial do FGTS, desde que atendidos os critérios estipulados pelo governo.

Além disso, o saque FGTS só pode ser realizado pelo titular da conta ou por seu representante legal.

 

Em caso de morte do titular da conta FGTS, o saque pode ser realizado pelos herdeiros do falecido, desde que sejam apresentados os documentos necessários para comprovar a sucessão.

Os documentos necessários incluem: certidão de óbito, procuração com firma reconhecida (se for o caso), CPF, RG e comprovante de residência dos herdeiros. É importante ressaltar que cada caso é avaliado individualmente e que a liberação do saque FGTS em caso de morte pode variar de acordo com a legislação e as regras da Caixa Econômica Federal.

Portanto, em caso de morte do titular da conta FGTS, os herdeiros devem entrar em contato com a Caixa Econômica Federal para obter mais informações e orientações sobre o processo de saque.

Para receber o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), o trabalhador deve atender aos seguintes requisitos:

  1. Ter contrato de trabalho formal registrado na Carteira de Trabalho: o FGTS é obrigatório para trabalhadores com contrato de trabalho formal, seja ele CLT ou por tempo determinado.

  2. Receber salário por meio de conta bancária: o FGTS é depositado diretamente na conta bancária do trabalhador, sendo necessário ter uma conta vinculada ao CPF.

  3. Receber salário mensalmente: o FGTS é depositado mensalmente na conta do trabalhador, sendo necessário receber salário todo mês para receber o FGTS.

  4. Ser trabalhador formal e registrado: o FGTS só é depositado para trabalhadores formais, com carteira assinada, que possuem registro de trabalho formal.

  5. Ter sido contratado antes de 1999: o FGTS é válido apenas para trabalhadores contratados antes de 31 de dezembro de 1999, sendo que para trabalhadores contratados após essa data o FGTS não é obrigatório.

A partir do atendimento aos requisitos acima, o trabalhador começará a receber o FGTS, com um valor correspondente a 8% do seu salário bruto mensal. É importante lembrar que, caso haja alguma irregularidade na contratação do trabalhador, ou na prestação de contas do empregador, pode haver uma série de consequências, incluindo a impossibilidade de receber o FGTS.

 
 
 

Palavras-chave: FGTS, saque aniversário FGTS, Caixa Econômica Federal, Caixa FGTS, fundo de garantia, aniversário, dinheiro no bolso, emergências financeiras, aposentadoria.”

 

Fonte: caixa.gov.br

 

 

fgts